O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou hoje que está a realizar análises adicionais, com novos métodos científicos, a amostras recolhidas durante os Jogos Olímpicos Londres2012, para detetar todas as substâncias proibidas nesse ano.

“Caso alguma nova análise seja positiva, o atleta implicado será informado adequadamente e será dado início ao respetivo processo disciplinar”, informou o COI em comunicado.

O organismo lembrou que a “manipulação sistemática dos resultados por parte Rússia” antes dos Jogos Olímpicos Rio2016 levou à nova análise de mais de 500 amostras recolhidos em Londres2012 e que, até agora, já existiram 48 casos de controlos positivos.

Este processo vai continuar em 2019 com o objetivo de “proteger os atletas limpos e a integridade das competições”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.