Os clubes de futebol ponderam criar uma nova associação face à ausência de respostas por parte dos vários organismos.

De acordo com informações apuradas pela 'Bola Branca', essa hipótese foi levantada na reunião levada a cabo na Mealhada, onde estiveram reunidos os representantes dos 18 clubes da I Liga.

Mesmo sem a criação formal da nova associação, os clubes já decidiram que desejam sentar-se à mesa e falar diretamente com o Governo, dispensando neste caso a mediação por parte da Federação Portuguesa de Futebol e da Liga de Clubes. No entender dos clubes os dois organismos não foram capazes de fazer passar a imagem de que o futebol é uma indústria de relevo e que merece outro tratamento.

Também foi discutida a questão do IVA dos bilhetes e dos seguros que os clubes continuam a pagar apesar da pandemia, situações que só poderão ser resolvidas com mudanças na legislação. Ainda o facto dos clubes estarem impedidos de celebrar contratos de patrocínio com empresas que concorram diretamente com os patrocinadores da Liga.

Em cima da mesa da mesa das conversações que os clubes querem ter com o governo vai estar também a questão da centralização dos direitos televisivos, os quadros competitivos e as receitas das apostas.

Noa próximo dia 2 de junho terá lugar a Assembleia-Geral da liga, ondes os clubes pretendem mostrar um 'cartão amarelo' ao executivo pelo tratamento ao futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.