A tenista britânica Emma Raducanu estreou-se hoje oficialmente no ‘top 25’ do ‘ranking’ mundial, após a conquista do primeiro título do Grand Slam no Open dos Estados Unidos, no sábado, em Nova Iorque.

Aos 18 anos, a campeã do último ‘major’ da temporada, primeira ‘qualifier’ da história a vencer um torneio do Grand Slam, escalou 127 posições na hierarquia WTA para se instalar esta segunda-feira no 23.º lugar.

Depois de ter causado sensação em Wimbledon, onde recebeu um ‘wild card’ para o quadro principal e atingiu os oitavos de final, Emma Raducanu revelou-se uma estrela em ascensão em Flushing Meadows, sobrevivendo ao ‘qualifying’ e eliminando rumo à final, entre outras, a campeã olímpica Belinda Bencic nos quartos de final, a grega Maria Sakkari nas meias-finais e no derradeiro teste a canadiana Leylah Fernandez.

Tal como Raducanu, a jovem Fernandez, de 19 anos, também deu um salto de 45 lugares no ‘ranking’ WTA e é atualmente 28.ª colocada, graças ao título de vice-campeã do Open dos Estados Unidos, naquela que foi igualmente a sua estreia em finais do Grand Slam.

Entre as dez primeiras, a japonesa Naomi Osaka, que defendia o título do torneio norte-americano e foi eliminada por Leylah Fernandez na terceira ronda, perdeu o terceiro lugar do pódio, figurando agora no quinto posto.

A checa Karolina Pliskova, afastada nos quartos de final em Nova Iorque por Maria Sakkari (13.ª WTA), subiu uma posição para o terceiro lugar e a ucraniana Elina Svitolina, derrotada pela canadiana, ascendeu ao quarto posto.

Enquanto a checa Barbora Krejcikova, campeã de Roland Garros, atingiu o seu melhor ‘ranking’ de sempre e é sétima classificada, a espanhola Garbiñe Muguruza recuperou o nono lugar e Petra Kvitova fecha o ‘top 10’, com a australiana Ashleigh Barty a manter o primeiro lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.