Os tenistas portugueses Frederico Silva, Nuno Borges e João Domingues asseguraram hoje a qualificação para a segunda ronda do Lisboa Belém Open.

O primeiro representante nacional a alcançar o triunfo foi Frederico Silva, número 196 no ‘ranking’ ATP, que ultrapassou na estreia o francês Tristan Lamasine (281.º) em dois ‘sets’, com os parciais de 6-3 e 6-4.

Na próxima ronda, o tenista natural das Caldas da Rainha, de 26 anos, vai defrontar já na quarta-feira o jovem italiano Gíulio Zepppieri (297.º), de 19 anos, que afastou o ‘qualifier’ argentino Santiago Taverna, por 4-6, 6-3 e 6-4.

Assim como o próximo adversário de Frederico Silva, Nuno Borges não teve tarefa fácil nos ‘courts’ de terra batida do CIF e também precisou de três partidas para superar o belga Michael Geerts, pelos parciais de 4-6, 6-3 e 6-4, ao cabo de duas horas e 44 minutos.

O próximo adversário do jogador do Porto, 264.º classificado na hierarquia mundial, será o sexto cabeça de série, o alemão Cedrik-Marcel Stebe (160.º), que derrotou o ‘lucky loser’ italiano Jacopo Berrettini na ronda inaugural, por 6-0 e 6-1.

Já a passagem de João Domingues, que figura no 238.º lugar no ‘ranking’ ATP, à fase seguinte da prova foi à custa da vitória diante do compatriota Tiago Cação, por duplo 6-4. Na segunda jornada, o jogador de Oliveira de Azeméis vai medir forças com o polaco Daniel Michalski (484.º), responsável pela eliminação do japonês Taro Daniel, por 7-6 (7-4), 5-7 e 6-2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.