O tenista britânico Andy Murray, número dois do mundo, anunciou esta quarta-feira que “provavelmente” não vai jogar mais até ao final da temporada, devido a uma lesão na anca.

"Infelizmente, não estarei em condições de disputar os próximos torneios de Pequiem e de Xangai, e muito provavelmente os dois últimos torneios do final de época, Viena e Paris, devido à minha lesão na anca”, escreveu Andy Murray na sua página no Facebook.

O escocês sublinhou que, depois de conversar com muitos especialistas e com a sua equipa durante a última semana, concluiu-se que esta era a melhor decisão para o seu futuro.

O britânico, de 30 anos, que se tinha retirado dois dias antes do início do US Open, não joga desde o torneio de Wimbledon, em junho, no qual foi eliminado pelo americano Sam Querrey nos quartos de final.

Murray terminou o ano passado como número um do mundo, mas acabou por ser ultrapassado pelo espanhol Rafael Nadal em agosto de 2017, numa época em que a lesão na anca tem afetado o seu rendimento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.