Tiger Woods admitiu, numa entrevista à 'GolfTV', que há uma coisa que se arrepende de ter feito durante a sua preparação física como golfista que foi... correr.

O norte-americano revelou que durante os primeiros anos no PGA, uma das suas rotinas diárias após os treinos consistia em correr vários quilómetros, o que acabou por lhe provocar vários danos no corpo.

"Correr mais de 30 milhas por semana (48 quilómetros), durante cinco, seis anos, destruiu o meu corpo e os meus joelhos", lembrou.

Woods, de 44 anos, teve vários lesões na carreira: nas costas, joelhos e tendão de Aquiles. Realizou quatro cirurgias às costas, a mais recente em 2017, e mais quatro aos joelhos, a última das quais em agosto do ano passado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.