A seleção africana, que liderou desde o apito inicial e ao intervalo vencia já por sete golos (18-11), primou pela eficácia defensiva e ofensiva e infligiu ao Japão a terceira derrota em três jogos.

A seleção egípcia, que luta por uma das quatro vagas de acesso aos quartos de final, chegou a deter uma vantagem de oito golos no jogo (20-12 e 22-14), que os nipónicos reduziram já na parte final para quatro, com um parcial de 5-2.

Ahmed Elanmar, com oito golos, e Yahia Omar, com sete, foram os jogadores em destaque no capítulo da concretização na seleção egípcia, enquanto que na japonesa esse papel pertenceu a Shinnosuka Tokuda, também com oito.

Com o triunfo frente ao Japão, o Egito consolidou a terceira posição do Grupo B, com quatro pontos, que é liderado pela campeã olímpica e bicampeã mundial Dinamarca, com os mesmos seis pontos da também invicta Suécia, segunda.

A seleção portuguesa segue na quarta posição, com dois pontos, faltando defrontar a Dinamarca e o Japão. As duas últimas posições do grupo, que ditam a eliminação, são ocupadas pelo Bahrain e Japão, ainda sem qualquer ponto conquistado.

A próxima jornada do Grupo B, a disputar no sábado, integra os jogos Portugal-Dinamarca, Bahrain-Japão e Suécia-Egito.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto