O Sporting teve uma noite tranquila neste passado domingo, depois de conseguir uma vitória segura frente a um Portimonense que nunca conseguiu assumir a batuta do jogo. Bas Dost e Bruno Fernandes fizeram os golos dos 'leões', numa partida que até podia ter terminado em contornos de goleada.

O jogo: um conjunto de talentos individuais que é cada vez mais uma equipa

É uma evidência: o Sporting trabalha cada vez mais como equipa, utilizando os talentos e as capacidades individuais de todos os seus jogadores. Quer seja no ataque, contra-ataque, recuperação de bola ou ajuda na defesa, a equipa funciona como uma máquina bem oleada, que se ajuda mutuamente, desde a marcação do golo, até ao impedimento de um contra-ataque perigo.

Na noite deste domingo, os 'leões' mostraram essa mesma qualidade, com uma entrada muito forte em jogo. As triangulações, os passes de ruptura ou as desmarcações eram uma constante, com Gelson Martins, Podence e Bruno Fernandes a surgirem como os elementos mais desequilibradores.

E é do pé de Podence que surge mesmo o primeiro golo da partida. O jovem avançado português tem mostrado a sua qualidade e o passe primoroso que deixa Bruno Fernandes na cara do golo é a prova exacta dessa mesma qualidade.

O equilíbrio do meio campo também esteve em evidência durante a partida. William Carvalho continua a ser um pêndulo no meio campo 'leonino', recuperando muitas bolas e acabando por fazer a diferença no início das jogadas de ataque.

O Portimonense tentava reagir ao carrossel construído pelo meio-campo e ataque do Sporting, mas as jogadas de contra-ataque que criava acabavam por falhar, geralmente na altura do último passe e de decisão.

Em suma, acabou por ser o Sporting a controlar todas as operações, com mais um jogo em que o clube de Alvalade mostrou as suas aspirações para conquistar o título nacional.

Momento-chave: Golo de Bruno Fernandes

Foi uma autêntica entrada de 'leão'. Decorria o minuto 9 quando o Sporting se adiantou no marcador, através de Bruno Fernandes, a passe de Daniel Podence. A entrada forte do conjunto 'verde e branco' acabou por colocar em sentido o Portimonense, que passou o remanescente da partida à procura de um caminho para o golo que nunca encontro.

O melhor

Gelson Martins: é o elemento mais desequilibrador do Sporting em todos os momentos do jogo. O jovem extremo baralha as cabeças dos jogadores adversários e consegue criar muitas jogadas de ataque. Terminou a partida com uma assistência para golo.

Daniel Podence: Foi também um dos elementos mais desequilibradores do Sporting. Através do passe ou movimentos de ruptura rápidos, o jovem avançado começa a mostrar cada vez mais que poderá ser a melhor opção para fazer dupla com Bas Dost na frente de ataque.

Nakajima: o melhor do Portimonense. O extremo japonês continua a mostrar a sua qualidade no futebol português e acabou por ser um dos elementos que mais tentou desequilibrar e levar os algarvios para a frente.

O pior

Linha defensiva do Portimonense: a defesa do clube algarvio acabou por ser um dos pontos negativos desta partida. Com muitos passes falhados e alguns mesmo disparatados, os homens mais recuados da partida deixaram os jogadores do Sporting criar numerosas oportunidades de golo.

Reações

Bruno Fernandes: "O importante é que estamos em primeiro, mesmo à condição"

Vítor Oliveira: "A expulsão acabou por condicionar o resto do jogo"

Jorge Jesus: "No final de maio é que é importante chegar em primeiro"

Jorge Jesus: "Neste momento, o Alan Ruiz está afastado"

Veja ou reveja o resumo do jogo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.