A edição 2020/21 da I Liga arranca no próximo dia 20 de setembro, quase dois meses após a conclusão da época 2019/20. Este é um período de paragem mais curto do que o habitual devido a pandemia de COVID-19 que assolou o mundo do desporto, depois de a temporada ter-se prolongado para lá do habitual.

Na temporada que terminou, a I Liga decorreu até ao primeiro fim de semana de março, data após a qual foi suspensa devido à crise sanitária existente com a pandemia do novo coronavírus, e foi retomada no início de junho, mas sem a presença de público.

O sorteio da I Liga será realizado a 28 de agosto, tal como o da II Liga, prova que arranca a 13 de setembro.

De referir que estas datas carecem, ainda, de ratificação por parte da Direção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Dois mil sadinos saíram à rua para exigir readmissão do Vitória de Setúbal na I Liga
Dois mil sadinos saíram à rua para exigir readmissão do Vitória de Setúbal na I Liga
Ver artigo

Ainda há muitas incertezas em relação os campeonatos profissionais de Portugal. Para já, 17 equipas sabem que vão participar na edição 2020/21 da Primeira, faltando definir o último participante. O Vitória de Setúbal aguarda por uma decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) depois de o Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) se ter considerado incompetente para apreciar a contestação à decisão da Comissão de Auditoria da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que recusou a inscrição dos sadinos na I Liga.

Além do Vitória de Setúbal, o CJ da FPF também se declarou incompetente para apreciar os recursos do Casa Pia e Olhanense, da Segunda Liga, devido ao desfecho das competições face à pandemia de COVID-19.

O Vitória de Setúbal, que terminou a edição de 2019/20 da I Liga no 16.º lugar, acima da zona de despromoção, foi impedido de se inscrever nas competições profissionais, depois de a Comissão de Auditoria da LPFP ter reprovado os processos de licenciamento.

Em causa estavam pressupostos financeiros incumpridos: o clube não conseguiu apresentar prova de “inexistência de dívidas a sociedades desportivas”, a “inexistência de dívidas a jogadores, treinadores e funcionários”, assim como “a regularidade da situação contributiva perante a Autoridade Tributária”, segundo a LPFP.

Se os sadinos, que garantiram a manutenção em campo, forem impedidos de disputarem a I Liga, irão cair para o Campeonato de Portugal. O seu lugar na Primeira Liga deverá ser preenchido pelo Portimonense.

Na temporada que terminou, a I Liga decorreu até ao primeiro fim de semana de março, data após a qual foi suspensa devido à crise sanitária existente com a pandemia do novo coronavírus, e foi retomada no início de junho, mas sem a presença de público.

Em 2019/20, o FC Porto conquistou o campeonato, que terminou em 26 de julho, e a Taça de Portugal, disputada em 01 de agosto, enquanto o Benfica venceu a Supertaça, e o Sporting de Braga a Taça da Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.