O médio Adrien Rabiot testou positivo ao novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, e é baixa na França para a final da segunda edição da Liga das Nações em futebol, no domingo, face à Espanha, em Milão.

De acordo com a Federação Francesa de Futebol (FFF), o jogador da Juventus “foi colocado em isolamento”, pelo que “não irá para Milão e não poderá ser substituído”.

Rabiot, de 26 anos, foi testado na sexta-feira, juntamente com todos os seus companheiros de equipa, com os resultados a serem revelados hoje, sendo que todos os outros deram negativo.

Na quinta-feira, o médio da Juventus foi titular no meio-campo da França, saindo aos 75 minutos, num embate em que os ‘blues’ venceram a Bélgica por 3-2, em Turim, depois de terem chegado ao intervalo a perder por 2-0.

Para o embate em que vai ser encontrado o sucessor de Portugal, vencedor da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, o selecionador gaulês, Didier Deschamps, já não podia continuar com o defesa Lucas Digne, por lesão.

Segundo o regulamente da UEFA para esta ‘final four’, “se um grupo de jogadores de uma equipa for colocado em quarentena obrigatória ou em isolamento, (...) o jogo disputar-se-á como previsto se a equipa tiver um mínimo de 13 jogadores (sendo pelo menos um guarda-redes) disponíveis”.

O encontro entre a Espanha e a França está marcado para domingo, pelas 20:45 locais (19:45 em Lisboa), no Estádio San Siro, em Milão, com arbitragem do inglês Anthony Taylor.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.