O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) anulou hoje a suspensão de um ano aplicada ao antigo futebolista internacional português Deco por doping, dando seguimento ao recurso apresentado pelo antigo médio.
Segundo o comunicado do TAS, Deco foi considerado inocente por o tribunal duvidar da validade das análises do laboratório brasileiro Ladetec, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que entretanto perdeu a acreditação da Agência Mundial Antidopagem (AMA).
O antigo futebolista tinha sido condenado pelo Tribunal Superior de Justiça Desportiva do Brasil, devido a uma análise que acusou o diurético furosemida num jogo entre Fluminense e Boavista no início de 2013.
Depois do Ladetec ter perdido a acreditação da AMA, a FIFA ordenou que a contra-análise fosse realizada em Lausana num laboratório reconhecido pela agência mundial.
Segundo o TAS, este laboratório suíço não detetou qualquer anomalia na amostra recolhida a Deco.
Antes de abandonar a carreira profissional, em agosto de 2013, Deco jogou em clubes como Corinthians Alagoano, Alverca, Salgueiros, FC Porto, FC Barcelona, Chelsea e Fluminense, tendo somado 75 internacionalizações por Portugal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.