As atenções do mundo do mundo do futebol continuam viradas para o futebol de seleções e para as emoções do EURO2020. A prova vai prolongar-se até 11 de julho e para este fim de semana está marcado o arranque da fase a elimiar, com os primeiros jogos dos oitavos de final, que certamente farão as delícias de todos aqueles que vibram com a emoção do desporto e com a incerteza dos resultados.

Entre os vários jogos de crescer água na boca, o prato forte está marcado para domingo, com Portugal a subir novamente ao palco, para medir forças com aquela que é, somente, a atual número um do ranking da FIFA, a Bélgica. O encontro tem pontapé de saída marcado para as 20h00, em Sevilha.

Este será o 19.º embate da história entre as seleções principais dos dois países e o histórico de encontros denota muito equilíbrio, embora seja ligeiramente favorável a Portugal: seis vitórias e cinco derrotas, havendo registo de sete empates. Os belgas, aliás, não vencem Portugal desde 1989 e o embate mais recente entre as duas seleções, em 2018 (uma partida amigável jogada em 2018) terminou sem golos, tendo a Equipa das Quinas levado a melhor nos anteriores três.

O momento de forma, porém, mostra uma Bélgica muito forte nos tempos mais recentes.  A seleção belga ainda não perdeu em 2021 (seis vitórias, dois empates) e nos últimos 12 jogos que disputou ganhou dez. Já Portugal só venceu dois dos seus últimos cinco jogos. Talvez por isso, em Bet.pt, as odds conferem algum favoritismo aos belgas. Conseguirá Portugal contrariá-lo?

Também no domingo, mas a partir das 17h00, entram em campo Países Baixos e República Checa. Em onze jogos já disputados no passado entre as duas seleções, a balança pende para o lado dos checos, com cinco vitórias e apenas três derrotas. E a República Checa levou mesmo a melhor nos dois embates mais recentes contra os Países Baixos, ambos na qualificação para o Euro2016.

Porém, os Países Baixos têm estado em grande neste Euro2020, onde ainda só sabem ganhar, e parecem estar a querer voltar aos bons velhos tempos da 'seleção laranja', só não venceram um dos últimos sete jogos e nos últimos 13 jogos que disputaram só perderam um. Será a República Checa capaz de os travar?

Antes, no sábado, pelas 20h00, jogam Itália e Áustria. A 'squadra azzurra' tem encantado neste Euro2020 e é claramente favorita para um encontro com um adversário contra quem não perde desde 1960. Ainda assim, o histórico de controntos não é tão desequilibrado como se poderia esperar: 16 vitórias da Itália, 12 da Áustria e oito empates.

O atual momento de forma da Itália, contudo, impressiona: são onze vitórias seguidas, sempre sem sofrer golos, e 30 jogos consecutivos sem perder, nos quais obteve 25 vitórias e cinco empates. O favoritismo está pois, naturalmente, do lado dos italianos, mas uma aposta na surpresa por parte da Áustria pode revelar-se proveitosa para quem nela quiser arriscar.

Continuam, pois, a ser muitos os motivos de interesse ao longo dos próximos dias à espera de quem vibra com o futebol e gosta de fazer os seus prognósticos para mostrar o que vale no mundo das apostas. Quer dar o seu palpite?

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.