O italiano Valentino Rossi (Yamaha) assume, numa entrevista ao canal italiano Mediaset, que o MotoGP “nunca mais foi o mesmo” após a guerra protagonizada com o espanhol Marc Márquez, em 2015.

Rossi, que fez uma retrospetiva da carreira de 26 anos no Campeonato do Mundo de motociclismo de velocidade, assegurou que “nunca tinha visto um campeão a correr para que um rival perdesse e não para ganhar” ele próprio.

Segundo o piloto italiano da Yamaha, nove vezes campeão do mundo, “nada foi igual” a partir dessa altercação, que incluiu o famoso empurrão a Márquez com a perna.

“De 2015 guardo más recordações porque houve uma grande batalha com o [espanhol] Jorge Lorenzo e tive problemas com o [Marc] Márquez, que me fez perder”, disse Valentino Rossi, na mesma entrevista.

Rossi diz lamentar “não ter ganhado 10 mundiais”.

“Falhei no GP de Valência porque caí, mas a situação com Márquez provocou-me mais dano. É uma má recordação porque não o esperava e, depois disso, nada foi igual”, frisou.

Aos 42 anos, Valentino Rossi vai terminar este ano uma carreira de 26 temporadas no Campeonato do Mundo de velocidade, que começou nas 125cc, em 1996.

Ao longo deste tempo, conquistou nove títulos mundiais, que incluem um de 125cc (1997), um de 250cc (1999), um de 500cc (2001) e seis de MotoGP (2002 a 2005, 2008 e 2009).

Somou ainda 89 vitórias em MotoGP e 500cc, 14 em 250cc e 12 em 125cc, de um total de 115 triunfos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.