Neuville terminou o primeiro dia, com seis especiais desenhadas no asfalto catalão, com o tempo de 1:01.26,6 horas, deixando o britânico Elfyn Evans (Toyota Yaris) na segunda posição, a 0,7 segundos, com o francês Sébastien Ogier (Toyota Yaris) em terceiro lugar, a 19,4 segundos.

Pelo caminho ficou já o estónio Ott Tänak (Hyundai i20), devido aos danos provocados pelo toque numa raiz na quarta classificativa do dia.

“Esta tarde senti-me mais confortável no carro. De manhã tivemos dificuldades com a direção e sentia que estava a puxar o carro em vez de o conduzir. Nos troços mais técnicos sentia que podia ir mais depressa, mas não conseguia inserir o carro corretamente nas curvas”, explicou o líder da prova.

Com estes resultados, Ogier pode perder a segunda oportunidade de se sagrar campeão mundial pela oitava vez, pois precisa de ganhar sete pontos a Evans se quiser festejar antecipadamente.

O espanhol Dani Sordo (Hyundai i20), que joga em casa, é quarto, a 24,8 segundos do companheiro de equipa, com o finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris) em quinto, a 38 segundos.

Neuville venceu quatro dos seis troços cronometrados, deixando os dois restantes para Evans, que chegou a esta 11.ª e penúltima ronda do campeonato com 24 pontos de atraso para Ogier.

No sábado, os pilotos enfrentam sete troços cronometrados, com um total de 117,54 quilómetros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.