Sébastien Ogier não teve problemas em assumir que Lewis Hamilton foi roubado no último Grande Prémio da época 2021 da Fórmula 1. O oito vezes campeão do Mundo de ralis deu a sua opinião sobre o polémico GP de Abu Dabhi em Fórmula 1, onde Max Verstappen ultrapassou Hamilton nas últimas curvas da última volta para vencer e sagrar-se campeão do Mundo pela primeira vez.

Numa altura em que Hamilton dominava a prova e tudo indicava que ia vencer e sagrar-se campeão, um acidente de Nicholas Latifi (Williams) a cinco voltas do final, obrigou a entrada do 'safey car' no circuito de Yas Marina. Max parou duas vezes para trocar de pneus, sem que Hamilton pudesse faze-lo, sob pena de perder a posição em pista.

A direção de corrida, liderada por Michael Masi, avisou os pilotos que quem já tinha sido dobrado por Hamilton estaria entre o inglês e Max Verstappen, mas mudou a opinião pouco tempo depois e ordenou que a última volta fosse feita com Verstappen (pneus novos e melhores) atrás de Hamilton. O inglês queixou-se na altura que a prova estava a ser manipulada.

"O Lewis estava a dominar a corrida com clareza, estava a liderar quando faltava pouco para terminar. E, por infelicidade para ele, a poucos voltas da vitória, apareceu o famoso 'safety car'. Tanto Hamilton como Verstappen teriam sido grandes campeões, mas, pela forma como tudo aconteceu nesse fim de semana, foi um roubo e uma decisão difícil de engolir para Hamilton", começou por dizer o piloto de 38 anos, em declarações ao programa Super Moscato Show' de 'RMC'.

Apesar do que aconteceu e do facto de Hamilton não ter falado à imprensa desde então, Ogier acredita que o sete vezes campeã do Mundo vai continuar na Fórmula 1.

"Creio que Hamilton não vai deixar a Fórmula 1. Está num ambiente supercompetitivo, com a melhor equipa do momento. Deve ter sido muito difícil para ele assumir [a derrota]. Realmente sentiu que estava a ser roubado. E a verdade é que roubaram-no, não tenho medo de o dizer. Apesar disso, tenho muito respeito por Max Verstappen, fez uma grande época, mas no último fim de semana…", concluiu o francês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.