A seleção feminina de ténis de mesa afastou hoje a Ucrânia (3-1) nos quartos de final do Europeu de ténis de mesa, em Cluj, na Roménia, e assegurou desde já uma medalha no torneio.

A vitória das atuais vice-campeãs europeias garante desde já o bronze, jogando no sábado contra a Alemanha, quarta classificada no torneio de Tóquio2020, por um lugar na final.

As lusas, que ocupam a 32.ª posição no ‘ranking’ mundial por equipas, levaram a melhor frente às 10.ª posicionadas, com Fu Yu (47.ª) a dar, como tem sido hábito, uma entrada vitoriosa a Portugal: categóricos 3-0 ante Ganna Gaponova (66.ª), por 11-7, 11-4 e 11-5.

Também Shao Jieni (62.ª) esteve ao seu melhor nível, ao deixar pelo caminho Margarita Pesotska (29.ª) sem ceder qualquer ‘set’, pelos parciais de 11-5, 11-6 e 11-6, antes da derrota de Rita Fins.

A jovem 730.ª colocada na hierarquia mundial perdeu por 3-1 com Solomiya Brateyko (186.ª), pelos parciais de 11-5, 11-2, 7-11 e 11-7, antes de Fu Yu voltar à ação e sentenciar a eliminatória, com um 11-7, 11-6 e 11-6 ante Pesotska.

O nível da oposição continua a subir e Portugal terá pela frente as alemãs, que ficaram mesmo fora do pódio nos Jogos Olímpicos e trazem, a Cluj, Nina Mittelham (33.ª) como principal destaque.

A formação fica completa com Sabine Winter (117.ª), Chantal Mantz (198.º) e Annett Kaufmann (1038.ª), e o histórico recente é favorável às lusas: em 2019, a caminho da prata, bateram as alemãs por 3-2, nos ‘quartos’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.