Os portugueses Marcos Freitas e Fu Yu saíram derrotados das finais individuais do Top 16 Europeu de ténis de mesa, que hoje terminou em Salónica, na Grécia, ambos perante adversários da Alemanha.

Freitas, que venceu o torneio em 2014 e foi segundo em 2015, voltou a ser 'vice' ao perder com o alemão Patrick Franziska, 18.º da hierarquia mundial e medalhado em Tóquio2020, com a prata no torneio por equipas.

O português, 23.º do ‘ranking’, cedeu pelos parciais de 12-10, 11-8, 11-6, 11-13 e 11-5, depois de ter começado o dia a afastar o francês Emmanuel Lebesson, 40.º, nas meias-finais.

Aí, bateu o gaulês de forma clara, por 11-6, 12-10, 13-11 e 11-6, marcando encontro com Franziska, que tinha feito parte da equipa da Alemanha que foi ‘carrasco’ de Portugal nos últimos Jogos Olímpicos.

"Foi uma boa maneira de começar a nova época. Conseguir o segundo lugar no Top 16 é sempre bom, apesar de ter perdido a final. Foi realmente mais forte do que eu, mas continua a ser um bom resultado. Dá-me muita confiança para a próxima prova, que é o campeonato da Europa de equipas", declarou o mesatenista, citado em comunicado da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa.

Também Fu Yu, 54.ª do ‘ranking’ da ITTF, saiu derrotada da sua final, mas somou o primeiro pódio português na história da competição feminina, uma quarta medalha ao todo, para se juntar às duas de Freitas e a outra prata de João Monteiro em 2016.

Contra a alemã Nina Mitteleham, 43.ª jogadora mundial, disputou um jogo equilibrado mas em que a força da germânica se impôs, vencendo por 4-1, pelos parciais de 11-8, 8-11, 11-6, 11-3 e 14-2.

Antes, tinha afastado a romena Bernardette Szocs, 27.ª, por 4-3, num jogo complicado de que saiu vencedora por 4-3 (8-11, 11-9, 6-11, 7-11, 12-10, 11-8, 11-8), ‘virando’ um 3-1 desfavorável para vencer no último jogo.

"Foi a primeira vez que participei no Top 16 e fiquei no segundo lugar, o que é bom. Joguei bem e estou muito contente com o resultado", declarou a atleta olímpica portuguesa.

O Top 16 Europeu reúne, como o nome indica, os 16 melhores jogadores europeus e disputou-se em Salónica, dando duas pratas à equipa portuguesa, que também contou com Shao Jieni, eliminada na primeira ronda.

O próximo torneio com participação de uma seleção lusa é o WTT Star Contender em Doha, no Qatar, com Shao Jieni, João Geraldo, João Monteiro e Tiago Apolónia, entre quarta-feira e domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.