Uma nova Liga Mundial de râguebi ‘tens’, variante da modalidade disputada por equipas de 10 jogadores, vai ter início em Lisboa, no final de novembro, anunciou hoje a organização do evento, em comunicado enviado à Lusa.

A primeira de quatro etapas da “Rugby Tens Championship” (R10C) terá lugar no Estádio Universitário de Lisboa, em 27 e 28 de novembro, e será disputada por quatro franquias de jogadores profissionais de todo o mundo, que irão competir com remuneração e prémios iguais para os dois géneros.

“É o primeiro formato competitivo de râguebi a nível mundial a ter igualdade na vertente financeira, bem como no formato de competição, datas e locais de jogo”, destaca a organização do R10C.

O circuito será composto por quatro etapas, em Lisboa, Paris, Cidade do Cabo e Las Vegas, sagrando-se vencedora a franquia que somar mais pontos no combinado de resultados das equipas masculina e feminina ao longo de toda a competição.

Cada uma das quatro franquias, os Balkans Honey Badgers, os Cape Town Wild Dogs, os San Clemente Rhinos e os Serengeti Elephants, irão a jogo com equipas masculina, feminina e de academia de ambos os géneros.

Os pontos somados por cada uma das equipas, em cada etapa, serão depois somados, no sentido de determinar o vencedor do circuito em cada ano.

As equipas contarão com jogadores profissionais de râguebi ‘sevens’, ‘tens’ e de 15, de países como "Nova Zelândia, Brasil, Canadá, EUA, Irlanda, Quénia, Suécia, África do Sul e Portugal”, explicou um dos cofundadores da competição, Willem Strauss.

Contactada pela Lusa, uma fonte da organização da etapa de Lisboa confirmou a presença de “alguns internacionais portugueses” nas equipas, escusando-se, no entanto, a adiantar, para já, a identidade dos mesmos.

A etapa de Lisboa será organizada pela Move Sports, com o apoio da Federação Portuguesa de Râguebi (FPR), que vê neste formato o “potencial para tornar-se num dos principais torneios do mundo para jogadores de râguebi ‘tens’”.

“Será um evento internacional importante para o desenvolvimento de jovens e promissores jogadores, promovendo trocas culturais entre jogadores de diversas culturas e as suas melhores qualidades técnicas. Portugal e a cidade de Lisboa dão as boas-vindas, de braços abertos, a todos os participantes”, destacou o presidente da FPR, Carlos Amado da Silva, citado pela organização.

A Liga Mundial R10C deverá passar a contar, no próximo ano, com oito franquias participantes e pretende, ainda, expandir-se para um total de três competições por etapas em 2022 e cinco até 2024.

Portugal está, segundo a organização, entre os países que já apresentaram propostas para acolher eventos da R10C nos próximos anos, para além de “EUA, França, África do Sul, Namíbia, Brasil e Ilhas do Pacífico”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.