A prova de natação ‘Coimbra – Rumo a Tóquio 2021’ terminou hoje sem novidades rumo aos Jogos Olímpicos, destacando-se um novo recorde nacional dos 200 metros costas e reconfirmações de mínimos para europeus e mundiais.

Francisco Santos esteve em destaque ao fixar o novo melhor registo português dos 200 costas em 1.58,22 minutos, retirando 61 centésimos de segundo à marca de Pedro Oliveira em 2012.

O nadador do Sporting vai agora mostrar a forma no Campeonato da Europa de piscina longa, em maio, na Hungria.

Nos 800 livres, Tamila Holub e Diana Durães inverteram a classificação de sábado nos 1500, sendo que hoje a atleta do Sporting de Braga se impôs 8.42,39, menos 54 centésimos do que a nadadora do Benfica, ambas com registo para os Europeus de Budapeste.

A mesma reconfirmação de marcas para Rafaela Azevedo, do Sport Algés e Dafundo, nos 100 costas, com 1.01,52, e Miguel Nascimento, do Benfica, com 22,28 nos 50 livres.

Em Juniores, Duarte Castro qualificou-se nos 200 costas para os Europeus da categoria em julho, em Roma, enquanto Gustavo Ribeiro reconfirmou a presença nos 400 livres.

Estarão acompanhados de Diogo Ribeiro que igualou o recorde nacional júnior dos 50 mariposa em 24,89, marca que pertencia a Tiago Venâncio desde 2004, indo competir também nos 50 livres.

Alexis Santos, semifinalista no Rio2016, e Gabriel Lopes nos 200 metros estilos, Tamila Holub e Diana Durães nos 1.500 livres, e Ana Catarina Monteiro nos 200 mariposa são os cinco nadadores já com lugar em Tóquio2020.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.