A Câmara de Vila Real deu arranque às comemorações dos 90 anos após a realização das primeiras corridas automóveis na cidade, as quais culminarão com o regresso do circuito internacional em 2022.

Ao longo do próximo ano realizar-se-ão exposições de fotografias, de cartazes e de miniaturas de automóveis, serão homenageados os que ajudaram a manter “a chama viva” das corridas automóveis ao longo dos anos, como o piloto Manuel Fernandes, vai ser lançado um concurso de fotografia e também um vinho comemorativo.

“Este é o momento que comemoramos hoje. Passaram exatamente 90 anos sobre estes acontecimentos. Comemoramos a visão de um conjunto de vila-realenses que perceberam o potencial do desporto automóvel”, afirmou hoje, em conferência de imprensa, o presidente da autarquia, Rui Santos.

A primeira edição do Circuito Automóvel de Vila Real realizou-se a 15 de junho de 1931, resultando do empenho de personalidades locais, como Aureliano Barrigas.

Um ano antes foi lançado um imposto sobre cada quilo de carne de forma a angariar algum dinheiro para ajudar a pagar a organização das provas.

O autarca lembrou que o “próprio automóvel existia há poucas décadas e que Vila Real, em 1931, não tinha Túnel do Marão, Autoestrada 4 (A4) ou sequer Itinerário Principal 4 (IP4)”.

“A deslocação de e para Vila Real representava uma jornada longa, cansativa e, por vezes, até perigosa. E, no entanto, prosperamos”, frisou.

A primeira prova com a participação de pilotos estrangeiros aconteceu em 1936, nos anos 70 viveu-se a “época de ouro” e, no início da década de 90, por razões de segurança, as corridas foram interrompidas.

Entre 2007 e 2010 fizeram-se tentativas de ressuscitar o circuito, o que se viria a concretizar em 2014, já no mandato do socialista Rui Santos.

“Vila Real é, de longe, a cidade portuguesa com maior mística e tradição ligadas ao desporto automóvel e a prová-lo, o ano de 2015, que assinalou o marco importante de, pela primeira vez, receber uma prova inscrita no calendário oficial da Federação Internacional do Automóvel (FIA)”, afirmou o autarca.

A pandemia de covid-19 obrigou a cancelar as edições de 2020 e 2021 do circuito de Vila Real, que inclui a Taça do Mundo de Carros de Turismo (WTCR).

Recentemente foi anunciado que a etapa portuguesa do WTCR irá regressar "em força" a Vila Real em 2022 e durante os próximos três anos, depois da edição deste ano ter sido deslocada para o Estoril.

“Esse será o culminar desta comemoração do 90.º aniversário do circuito e, esperamos nós, uma fortíssima festa de despedida da covid-19”, frisou Rui Santos.

As comemorações envolvem, para além do município, a Associação Promotora do Circuito Internacional de Vila Real (APCIVR) e o Clube Automóvel de Vila Real (CAVR).

Jorge Almeida, do CAVR, referiu que algumas das iniciativas previstas “vão mostrar a história do circuito e outras vão trazer novos meios para a realização do evento”.

Nesse sentido, será inaugurado, segundo este responsável, o "race control", onde será controlado "tudo o que se passa ao longo da pista" e "permitirá trabalhar mais e melhor".

A obra, que decorre na sede do clube, está em fase de conclusão.

Jorge Almeida destacou ainda a intenção de "erguer o rali cidade de Vila Real".

"Sabemos que este ano vai ser extremamente difícil fazê-lo, mas queremos reavivar esta prova", frisou.

Será também realizada uma exposição de carros de competição, cujo objetivo é trazer à cidade alguns dos carros antigos que aqui competiram.

José Silva, da APCIVR, especificou que ao longo do próximo ano vão ser realizadas exposições de cartazes, de fotografias, de carros em miniatura, serão também promovidas tertúlias e, em conjunto com a Adega de Vila Real, vai ser lançado um vinho comemorativo destes 90 anos, criada uma medalha alusiva e ainda decorrerá um concurso de fotografia.

Vai também ser realizada uma caminhada pelo circuito e o dinheiro das inscrições será doado a uma instituição de solidariedade social.

José Silva referiu que a concretização destas iniciativas está condicionada pela situação pandémica.

O autarca Rui Santos aproveitou ainda para anunciar a construção do Museu Automóvel, uma iniciativa privada cujo projeto já foi entregue no município e que se prevê iniciar em 2022.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.