O ala Miguel Ângelo apontou hoje o foco da seleção portuguesa de futsal para o que poderá controlar na partida diante da Sérvia, dos oitavos de final do Mundial, para saírem “felizes com o resultado”.

“Temos de estar focados naquilo que temos de fazer. Se nos focarmos naquilo que controlamos, acho que podemos sair da partida felizes com o resultado”, afirmou o jogador, em declarações ao sítio oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Miguel Ângelo, de 27 anos, cumpriu a 50.ª internacionalização ao serviço da equipa das ‘quinas’ no derradeiro encontro da fase de grupos, na igualdade com Marrocos (3-3), um encontro em que considera que o conjunto luso não fez o jogo que desejaria.

“A equipa está motivada e focada. Acho que, na última partida, não fizemos o jogo que gostávamos de ter feito, mas serviu-nos de alerta para o jogo com a Sérvia, que vai ser muito complicado. Temos as nossas qualidades, sabemos que queremos ganhar e estamos a trabalhar para isso”, frisou o jogador, que regressou ao Sporting este verão.

No plano individual, Miguel Ângelo espera poder atingir o nível apresentado na última temporada, então ao serviço do Sporting de Braga, de forma a poder ajudar a seleção.

“Gostava de estar ao nível que estive durante a época passada. Vai-se tentando chegar a esse nível, mas estou consciente de que estou a fazer o meu melhor”, concluiu o ala, que disse estar à espera de um rival forte fisicamente e com qualidade técnica e tática.

O encontro entre Portugal e a Sérvia, a contar para os oitavos de final do Mundial de futsal, está agendado para sexta-feira, às 20:00 (18:00 em Lisboa), na Zalgirio Arena, em Kaunas. O vencedor defrontará, nos ‘quartos’, a Espanha ou a República Checa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.