Bruno Coelho foi crucial nos últimos dois jogos de Portugal no Europeu de futsal: marcou o terceiro tento na vitória por 3-2 frente a Rússia nas meias-finais e na final, empatou a um minuto do final do tempo regulamentar, antes de marcar o golo do título, no prolongamento.

À chegada ao aeroporto de Lisboa, o ala revelou o que disse aos colegas antes de bater o livre que daria o título a Portugal frente a Espanha.

"Estava confiante, até tinha dito ao Ricardinho: 'fica descansado que eu faço, vamos ser campeões da Europa'. Quando a bola entrou foi um misto de emoções, senti que eram 11 milhões de portugueses comigo e saímos a festejar. Agora vamos desfrutar. Nos próximos quatro anos ainda somos campeões da Europa, ainda temos a fase de apuramento para o Mundial, por isso vamos continuar a desfrutar deste momento", disse aos jornalistas, no Aeroporto Humberto Delgado.

Bruno Coelho desvalorizou as críticas que já foram feitas a esta seleção por ter ficado aquém do esperado em outras provas.

"Nós acreditamos no nosso trabalho e queremos fazê-lo bem. Independentemente de quem acredita ou não, este título é de todos os portugueses", atirou.

Veja as declarações

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.