O holandês Fabio Jakobsen (Deceuninck-QuickStep) volta no domingo às corridas de ciclismo, na Volta à Turquia, oito meses depois de ter sofrido um grave acidente, na Polónia, num ‘sprint' ao lado do compatriota Dylan Groenewegen.

O ‘sprinter' anunciou o regresso, o primeiro "objetivo" que tinha, depois do acidente. "O próximo é ganhar uma corrida, mas acredito que o meu grande feito é continuar a amar o ciclismo, mesmo depois do que aconteceu", assinalou, num vídeo publicado pela equipa belga.

O colega de equipa do português João Almeida, de 24 anos, sofreu um acidente grave em 06 de agosto de 2020, durante a Volta à Polónia, que quase lhe custou a vida, ao embater violentamente nas barreiras depois de ter sido ‘encostado' pelo colega velocista.

Groenewegen foi suspenso por nove meses e, desde então, tem denunciado vários insultos, ameaças de morte e casos de assédio, enquanto Jakobsen passou vários meses a recuperar das lesões sofridas.

Jakobsen esteve em coma dois dias, foi submetido a uma operação de cinco horas e sofreu múltiplas fraturas na cabeça, tendo efetuado cirurgias de reconstrução facial e dentária.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.