Era um dos jogos mais esperados do ano no basquetebol americano. O encontro universitário entre os North Carolina Tar Hells e os Duke Blue Devils , com entradas a custarem 2100 euros de média, foi polémico, não pelo resultado (88-72 para os North Carolina) mas por aquilo que se passou no campo, com a lesão de Zion Williamson, a 'estrela' dos Duke.

Veja o vídeo

Com Barak Obama nas bancadas, a prestação do jogador mais popular do Campeonato de Basquetebol Masculino (National Collegiate Athletic Association, NCCA) apenas durou um minuto. A imagem que está a dar a volta ao Mundo, provocou um pequeno 'terramoto' no seio da NBA, principalmente com a Nike, a principal fornecedora de material desportivo da principal liga norte-americana de basquetebol.

Isto porque Zion Williamson (2,02 metros e 128 kg) fez uma entorse no tornozelo esquerdo e caiu, ficando uma da suas sapatilhas completamente destruída. A Nike, fornecedora do jogador, veio a público tentar amenizar os estragos e anunciar que já pediu uma investigação rigorosa para se saber o que se passou com o equipamento do jogador. A empresa de Oregon escreveu que este é um "caso isolado", assegurando que a saúde dos jogadores é a sua máxima preocupação. Mas a NBA está preocupada.

E, para piorar, a Puma veio 'incendiar' ainda mais o ambiente, numa publicação no Twitter que depois foi apagada: "Isto não teria acontecido num Puma", escreveu a marca alemã.

A outra polémica prende-se com o amadorismo da Liga de basquetebol universitário. Os treinadores são pagos a peso de ouro, as universidades cobram preços exorbitantes nos bilhetes para os jogos mas os jogadores, as principais estrelas do desporto, não ficam com um centavo.

Algumas estrela da NBA, como Donovan Mitchell e Luka Doncic, aproveitaram para criticar o sistema da NCCA.

Os resultados dos exames médicos irão determinar o que levou a lesão de Zion Williamson, visto como o novo LeBron James. O jogador de 18 anos deverá ser a primeira escolha do próximo 'draft' da NBA.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.