A judoca Telma Monteiro, medalha de bronze no Rio2016, e o saltador Nelson Évora, campeão em Pequim2008, vão ser os porta-estandarte de Portugal na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, marcada para 23 de julho.

Nuns Jogos marcados pela promoção da igualdade de género, cada país vai ter, pela primeira vez, dois porta-estandarte, cabendo a representação da Missão de Portugal a dois ‘repetentes’.

Telma Monteiro, que vai estar pela quinta vez na competição olímpica, vai voltar a encabeçar o desfile da comitiva lusa, tal como em Londres2012 e no encerramento do Rio2016, enquanto Nelson Évora, nos seus quartos Jogos, vai reeditar a experiência de Pequim2008.

Ambos vão suceder ao velejador João Rodrigues, recordista português de presenças em Jogos, com sete, que transportou a bandeira portuguesa na cerimónia de abertura no Rio2016, naquela que vai ser a sétima vez que um representante do atletismo assume esta responsabilidade e a sexta de um judoca.

O Comité Olímpico Internacional (COI) incentivou as estruturas nacionais a designarem dois porta-estandarte, para que ambos carreguem conjuntamente a bandeira na cerimónia de abertura de Tóquio2020.

O esforço pela igualdade de género nos Jogos levou a que contem com 48,8% de participantes do sexo feminino e a inclusão no programa de várias competições mistas, para um total de 18.

Portugal vai estar representado por 92 atletas, em 17 modalidades, nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, que vão ser disputados entre 23 de julho e 08 de agosto, depois do adiamento por um ano, devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.