Os portugueses João Correia e Hélder Mestre terminaram hoje nas sexta e sétima posições, respetivamente, a final dos 100 metros T51, para atletas em cadeira de rodas dos Jogos Paralímpicos Tóquio2020.

Numa prova disputada sob chuva, no Estádio Olímpico Tóquio, João Correia cronometrou 24,37 segundos, enquanto Hélder Mestre marcou 24,72, assegurando ambos diplomas para Portugal, que passa a somar 18.

O belga Peter Genyn, com a marca de 20,33 garantiu o ouro, tendo o seu compatriota Roger Habsch (20,76) assegurado o bronze, atrás do finlandês Toni Piispanen (20,68), medalha de prata.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.