O espetador que lançou uma garrafa de cerveja para a pista imediatamente antes da prova rainha dos Jogos Olímpicos de Londres2012, a final dos 100 metros masculinos, foi hoje condenado a oito semanas de trabalho comunitário.

Os advogados de Ashley Gill-Webb, um jovem britânico de 34 anos que sofre de bipolaridade, conseguiram fazer valer a sua argumentação, perante um tribunal londrino, de que o seu cliente sofreu na altura de um «episódio de loucura».

Mas, o tribunal, mesmo admitindo os problemas mentais do individuo, concluiu que o mesmo estava consciente dos seus atos.

Após ter acedido ao Estádio Olímpico, Gill-Webb começou a insultar os velocistas, incluindo o jamaicano Usain Bolt, que viria a vencer a corrida, e acabou por lançar para a pista uma garrafa, que caiu atrás dos atletas, enquanto estes estavam na linha de partida.

Na altura, o homem foi dominado por voluntários e detido pela polícia. Inicialmente. negou as acusações, mas ficou provada a autoria do arremesso, graças a análises ao ADN. Mais tarde, Gill-Webb disse que não se lembrava do incidente.

«O incómodo causado por uma falsa partida foi importante, mas por acaso não foi bem-sucedido», afirmou o juiz, na leitura da sentença, acrescentando que o individuo «arruinou o evento desportivo para alguns espetadores e manchou o espírito dos Jogos».

Além das oito semanas de trabalho comunitário, o individuo foi multado em 1.500 libras (cerca de 1.740 euros) e vai estar sujeito a recolher obrigatório, assim como ao uso de pulseira eletrónica, enquanto vai cumprir a sentença.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.