As casas dos futebolistas continuam a ser um alvo apetecível para os ladrões. Desta feita, aconteceu em Itália e a vítima foi o internacional inglês Chris Smalling, atual jogador da AS Roma, de Paulo Fonseca.

O antigo jogador do Manchester United foi surpreendido em sua casa por homens armados, com os assaltantes a chegarem mesmo a apontar armas à mulher e ao filho de Smalling, qu tem apenas dois anos. Segundo a 'Gazzetta dello Sport', três homens armados entraram na casa de Smalling e forçaram-no a abrir o cofre, do qual retiraram joias e outros objetos valiosos.

De acordo com aquele jornal, a esposa de Chris, Sam, ligou à polícia por volta das cinco da manhã. Os agentes policiais deslocaram-se de imediato à vivenda onde o casal reside, a sul de Roma, e ao chegar ter-se-ão deparado com Smalling e a família em desespero. O caso está agora sob investigação, tendo a AS Roma oferecido já todo o seu apoio ao jogador.

Smalling, de 31 anos, tinha ficado de fora da convocatória de Paulo Fonseca para o encontro da segunda mão dos quartos de final da Liga Europa com o Ajax, por se encontrar lesionado num joelho.

Di María fala pela primeira vez sobre assalto: "Nada vai apagar o nosso sorriso"
Di María fala pela primeira vez sobre assalto: "Nada vai apagar o nosso sorriso"
Ver artigo

Já em novembro, também a casa do próprio Paulo Fonseca, treinador da Roma, fora assaltada, mas numa altura em que nem o técnico português nem a sua família se encontravam na residência.

Os assaltos às casas de futebolistas têm sido notícia nos últimos tempos. Recentemente, em França, as residências das famílias de Angél Di María e Marquinhos em Paris foram assaltadas quando os dois jogadores se encontravam em campo a disputar um jogo pelo PSG. O internacional argentino foi mesmo substituído durante o encontro, visivelmente abalado, depois de tomar conhecimento do que se estava a passar.

Di Maria já tinha sido alvo de um assalto semelhante, em fevereiro de 2015, em Manchester, quando representava o United. Em Inglaterra houve, em 2020, outros jogadores vítimas de assaltos violentos às suas residências, casos de Ashley Cole, Delle Alli e Jan Verthongen, que entretanto se mudou para o Benfica.

Em Portugal, no final de 2019 e início de 2020, houve relatos de assaltos às casas de Otávio e Jesus Corona enquanto estes estavam em campo pelo FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto