Análise do treinador do FC Porto, em declarações na flash interview da Sport TV1, após o empate no clássico frente ao Benfica.

Resultado do clássico: “O pensamento que tenho é que foi um jogo difícil para as três equipas. O jogo foi muito competitivo, com intensidade acima da média e repartido em termos de ocasiões. Penso que tivemos mais ocasiões na primeira parte e depois.... a minha opinião é esta ao contrário dos outros que estão a passar uma imagem diferente. É problema deles. Falo dos factos do jogo. Eles tiveram uma bola no poste e nós tivemos duas ou três ocasiões para aumentar o marcador antes do intervalo. No segundo tempo, entrámos com intuito de corrigir algumas coisas, sobretudo no momento da pressão, mas a partir da expulsão do Taremi ficou mais difícil. Agora vou falar do jogo da Madeira, apesar de ter dito que não o faria. Vários jogadores acabaram este jogo depois de terem feito 120 minutos. Mesmo assim, devo dizer que o Marega tem a oportunidade mais flagrante para ganharmos o jogo. Foi jogo difícil para nós, para o Benfica e para a equipa de arbitragem”.

Análise:“Foi um jogo rico. O Benfica tentou defender com Grimaldo e Nuno Tavares, sabia que a nossa ala-direita é muito forte com Corona e com os movimentos do Marega. Ao contrário do que disse o treinador adversário, o Corona fez um bom jogo e o Marega também. Os meus jogadores estão de parabéns”

Deslize do Sporting: “O campeonato é longo. Temos consciência do que temos de fazer, do que temos de melhorar e do grupo que temos. Vamos dar muita luta para ganhar este campeonato”

Discussão com Jesus: “Conversas de futebol. Estou insatisfeito com empate e o treinador rival também. Tudo bem entre os dois, normal”.

Veja as melhores imagens do jogo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto