O líder FC Porto venceu ontem o Santa Clara por 2-1, em jogo da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, após ter estado a perder no reduto da formação açoriana.Em resposta a uma melhor entrada dos 'dragões', o Santa Clara foi o primeiro a chegar ao golo, através de Zé Manuel, aos 38 minutos, mas os portistas chegaram ao empate em cima do intervalo, por Soares, aos 45+1, em aos 56, Marega selou a reviravolta.

Em busca do sexto triunfo consecutivo no campeonato e 13.º em todas as competições após o 0-1 na Luz, o FC Porto entrou forte nos Açores e, logo aos quatro minutos, só uma grande defesa de Marco travou o cabeceamento de Marega para o que seria o primeiro golo dos campeões em título. Aos 11 minutos, novo lance com os mesmos intervenientes e Marco de novo a brilhar, numa excelente defesa em resposta ao remate de Marega, isolado por um passe longo do guarda-redes Casillas.

Pouco depois, Herrera surgiu solto na área, após cruzamento de Soares, mas falhou o cabeceamento à baliza de Marco, numa jogada que seria anulada após consulta do vídeoárbitro. Aos 26 minutos, o Santa Clara podia ter marcado, após excelente trabalho individual de Patrick, mas Éder Militão, com Casillas já batido, conseguiu um corte decisivo, festejando depois como se de um golo se tratasse.

No minuto seguinte, festejou-se o golo do FC Porto, mas o remate de Soares acabou anulado devido a fora de jogo. Na sequência da jogada, o guarda-redes Marco queixou-se do joelho, ainda tentou prosseguir, mas acabou por ser substituído por Serginho. O Santa Clara acabou por adiantar-se aos 38 minutos, através do ex-portista Zé Manuel, que cabeceou em plena pequena área, liberto de marcação, correspondendo da melhor maneira a um centro da direita de Martin Chrien.

No primeiro de sete minutos de descontos, o FC Porto chega à igualdade por intermédio de Soares, após uma assistência de Marega, que aproveitou uma defesa incompleta de Serginho a remate de Óliver para assistir o goleador brasileiro. Antes das duas equipas recolherem ao balneário, Fernando ainda fez um cabeceamento perigoso, fazendo a bola passar perto da baliza do FC Porto.

Sérgio Conceição fez a equipa do FC Porto entrar para a segunda parte com uma alteração, trocando Óliver por Ótávio. E, os 'dragões' não demoraram a passar para a frente do marcador, o que aconteceu aos 56 minutos, em mais um remate, desta vez de Soares, que Serginho defendeu para a frente, aparecendo depois Marega para fazer o 2-1. Os jogadores do Santa Clara ficaram a pedir falta de Soares sobre Patrick no início da jogada do segundo golo do FC Porto mas o árbitro Luís Godinho validou o lance após consulta do vídeo-árbitro.

O Santa Clara respondeu quase de imediato e, aos 60 minutos, só não marcou porque Casillas fez uma excelente defesa a um remate forte de Fernando. Pouco depois, Brahimi 'brincou' com os defesas do Santa Clara e conseguiu chegar à 'cara' de Serginho, mas rematou à figura. O guardião dos 'encarnados' de Ponta Delgada socou, permitindo nova recarga, mas Soares cometeu falta. Até ao final, o Santa Clara não desistiu, mas Casillas voltou a mostrar muita atenção aos 85 minutos e, já em cima dos 90, Caio atirou ao lado, após cruzamento da direita de Fernando.

Momento do jogo: Golo de Soares aos 46' minutos

O avançado brasileiro aproveitou da melhor forma um cruzamento de Marega para empatar a partida aos 46' minutos. O Santa Clara inaugurou o marcador aos 38' minutos e parecia que ia para intervalo na frente do marcador. No entanto, o FC Porto conseguiu igualar antes do intervalo num golo decisivo que deu outra confiança para encarar a segunda parte.

Caso do jogo: Soares fez falta sobre Patrick no lance do golo de Marega?

Serginho consegue travar um remate de Soares, mas não segurou e deixa a bola à mercê de Marega que apareceu no lado direito para um remate cruzado para o fundo da baliza. Luís Godinho recorre ao vídeo-árbitro e acaba ele mesmo por visualizar as imagens do lance para validar o golo depois de uma alegada falta de Soares no início da jogada.

Os melhores

Dupla de centrais do FC Porto: Num jogo complicado nos Açores, as ações defensivas dos centrais brasileiros Éder Militão e Felipe foram determinantes para segurar a vantagem pela margem mínima. Éder Militão evitou mesmo o golo do Santa Clara aos 26' minutos. Já Felipe destacou-se no jogo com 16 acções defensivas, das quais nove foram alívios e cinco intercepções.

Dupla de avançados do FC Porto: Moussa Marega e Tiquinho Soares foram determinantes para a reviravolta no marcador. A perder desde o minuto 38, o FC Porto conseguiu empatar antes do intervalo devido às movimentações dos dois avançados portistas na área. Marega aproveitou uma defesa incompleta do guardião dos açorianos para assistir Tiquinho Soares para o 1-1. Já no arranque da segunda parte, Marega aproveitou uma defesa incompleta de Serginho após remate de Soares para a reviravolta no marcador.

Reações

Fernando, avançado do Santa Clara

Tiquinho Soares, avançado do FC Porto

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto

João Henriques, treinador do Santa Clara

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.