O presidente da Liga de clubes manifestou-se hoje solidário com o futebolista brasileiro do Nacional Daniel Guimarães, a quem endereçou “rápidas melhoras” para “ultrapassar o momento menos bom” na carreira, interrompida devido a doença oncológica.

“Certamente, irá ultrapassar este momento menos bom. A vida, por vezes, prega-nos partidas, mas é nestes momentos que temos de ter capacidade de superação e vitória. Acredito que é o que acontecerá ao Daniel Guimarães, a quem deixo uma palavra de conforto”, disse Pedro Proença, citado num comunicado do organismo.

O presidente do organismo pede ao guarda-redes, de 33 anos, que, “mais do que nunca, deve olhar para si e para a sua família, onde, certamente, vai conseguir apoio para ultrapassar esta fase e pensar num regresso aos relvados”, que não acontecerá na presente época.

Na terça-feira, o clube madeirense anunciou a contratação do guardião António Filipe, que estava sem clube, tendo assinado até ao final da temporada, para ocupar a vaga de Daniel Guimarães.

O guarda-redes brasileiro, que cumpre a quarta época no emblema madeirense, realizou o último encontro na I Liga em 25 de janeiro, no empate (1-1) caseiro diante do Benfica, para a 15.ª jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.