com o apoio MEO
Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui

Presidente do V. Guimarães e o castigo do 'caso Marega': "É uma estranha forma de justiça"

Miguel Pinto Lisboa diz estranhar o timing do anúncio do castigo.
Presidente do V. Guimarães e o castigo do 'caso Marega':
Miguel Pinto Lisboa Vitória SC

O Vitória de Guimarães vai recorrer do castigo do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por causa dos incidentes com Marega no jogo contra o FC Porto de 16 de fevereiro de 2020.

O CD puniu os minhotos com três jogos à porta fechada e uma multa de 53.500 euros no âmbito do processo relativo aos insultos racistas dirigidos a Marega no Estádio D. Afonso Henriques, sendo que o clube vai começar já a cumprir o castigo esta época - ainda receberá o Famalicão e o Benfica.

Em declarações ao jornal A Bola, Miguel Pinto Lisboa, presidente do Vitória, diz estranhar o timing do anúncio do castigo.

"A assessoria jurídica do Vitória vai, obviamente, interpor recurso da decisão do Conselho de Disciplina, porque discordamos dos fundamentos da mesma e não podemos aceitar que na falta de sustentação para acusações individuais se crie um estigma sobre uma entidade coletiva e se penalizem todos aqueles que dela fazem parte", começa por afirmar.

"É uma estranha forma de justiça e também nos parece no mínimo curioso o timing da decisão, dois dias úteis após o jogo com o Moreirense, sabendo-se que se tivesse surgido antes abriria uma janela para o cumprimento da suspensão de três jogos à porta fechada ainda esta temporada, mas o que de forma alguma alteraria a decisão de avançar com a contestação para o TAD", acrescenta.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Neste artigo

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.