O Petit, treinador do Belenenses SAD, lamentou que a equipa não tivesse aproveitado nenhuma das ocasiões criadas, ficando-se assim por um empate sem golos na receção ao Rio Ave, para a 7.ª jornada da I Liga.

"Podíamos ter saído daqui com outro resultado. Na primeira parte, não houve muitas oportunidades. Foi um jogo bom em termos de intensidade e a segunda parte foi completamente diferente. Disse aos jogadores que, se continuássemos com o mesmo ritmo, as oportunidades iam surgir. Tivemos sete ocasiões e não conseguimos marcar. Um empate injusto da nossa parte, tivemos várias oportunidades para marcar, mas também podíamos ter sofrido a fechar o jogo", começou por dizer.

O técnico dos 'azuis' sublinhou que a ansiedade não pode justificar a ausência de golos. "Eu não deixo que haja ansiedade. Temos de dar confiança aos nossos jogadores. Ficava preocupado era se não tivéssemos oportunidades.  Mas elas estão lá. Agora é trabalho e esperar que no próximo jogo a bola vá entrar. O futebol vive de golos, temos de continuar a trabalhar. Trabalhamos muito a finalização, falta acreditar que a bola vai mesmo entrar e tentar melhorar", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.