O treinador do Marítimo, Júlio Velázquez, disse hoje que o clube madeirense da I Liga de futebol “realizou a melhor semana de treinos” desde a sua chegada, altura que coincide com a transição de direção no clube.

“Desde o dia 11 de março, altura em que chegámos aqui na época passada, esta foi a melhor semana de treinos da equipa, que se apresentou extremamente focada e concentrada”, sublinhou o técnico espanhol, explicando que a transição de direção decorreu com “naturalidade e respeito pelos que entram e pelos que saem”.

O antigo presidente, Carlos Pereira, despediu-se do plantel na segunda-feira, tendo Júlio Velázquez notado que a equipa estava “um pouco triste, mas que a partir daí foi de menos para mais”.

O conjunto teve o primeiro contacto com o presidente eleito, Rui Fontes, na quarta-feira. Como profissionais de futebol, a “responsabilidade é dignificar o emblema”, relembrou o treinador de 39 anos, enaltecendo que “as restantes questões são fora da competência” da formação ‘verde rubra’.

Na conferência de antevisão à receção ao Gil Vicente, o ‘timoneiro’ descreveu a equipa adversária, que iniciou a temporada com o mesmo objetivo que o Marítimo, a manutenção, como “interessante e com bons jogadores”.

“No último período, não teve os resultados que perseguia, mas merecia mais, como foi o caso do último jogo [derrota diante do Sporting de Braga, por 0-1]. Fizeram um grande jogo e estiveram em posição de conquistar os três pontos”, afirmou Júlio Velázquez, relembrando a ausência de Pedrinho, que viu o quinto amarelo diante dos ‘arsenalistas’, como “uma baixa importante para o que é a dinâmica da equipa”.

O técnico dos ‘leões do Almirante Reis’ admitiu que o avançado Joel poderá estar de volta à convocatória, mas assumiu que “de início não vai jogar”, porque, apesar de poder ser opção, “ainda não está a 100%”.

O ponta de lança camaronês “tem sido uma baixa relevante”, segundo o treinador, que relembrou que “na época passada foi dos jogadores mais importantes da equipa” e que pode oferecer “um registo diferente”. Joel lesionou-se na partida da primeira jornada da I Liga, diante do Sporting de Braga (derrota por 0-2), em 07 de agosto.

O presidente eleito, Rui Fontes, garantiu na quarta-feira que o lugar de Júlio Velázquez não está dependente da vitória no próximo encontro, apesar de a equipa só ter conhecido uma vitória em nove jogos disputados para o campeonato e de o clube madeirense já estar afastado da Taça de Liga e da Taça de Portugal.

Quando confrontado se teria condições para continuar na posição de treinador se o resultado diante dos gilistas não for favorável, Júlio Velázquez respondeu que terá “todas as do mundo”.

“Aproveito para agradecer a Rui Fontes pelas palavras de valorização sobre o processo e sobre o trabalho e, a partir daí, condições? Todas as do mundo pelo trabalho, paixão e dedicação que vejo na equipa”, frisou.

O Marítimo, 14.º classificado, com sete pontos, recebe o Gil Vicente, que se encontra na 11.ª posição, com nove, no domingo, às 15:30, num encontro disputado no Estádio da Madeira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.