O FC Porto ficou hoje a três pontos de garantir a entrada direta na Liga dos Campeões, ao golear em casa o Farense, por 5-1, em jogo da 32.ª jornada da I Liga. O resultado adia também a festa do Sporting, que terá de ganhar amanhã ao Boavista para poder festejar já a conquista do título.

Taremi, que bisou aos 06, de grande penalidade, e aos 59, Toni Martínez (14), Luis Díaz (20) e João Mário (84) marcaram os golos dos 'dragões', que estão agora a cinco pontos da liderança e aumentam para sete a vantagem sobre o Benfica (tem menos um jogo).

Com menos um elemento desde os 30 minutos, após a expulsão de Bilel, o Farense ainda reduziu por Licá (89 minutos), mas interrompeu uma série de quatro jogos sem perder, mantendo-se no 17.º e penúltimo lugar, com 28 pontos.

Marega, que já assinou contrato com o Al Hilal, ficou no banco de suplentes e deu lugar a Toni Martínez; João Mário ocupou o lugar de lateral-direito, derivando Manafá para o corredor esquerdo (saiu Zaidu), e Grujic rendeu o castigado Sérgio Oliveira. No lado do Farense, a única mudança foi a saída de André Pinto (lesionado) para a entrada de Cássio Scheid.

Logo aos quatro minutos, o FC Porto reclamou penálti por bola no braço de Licá, Fábio Martins foi ver as imagens e confirmou o pontapé da marca dos 11 metros. Na conversão, Taremi rematou com força e sem hipótese para Beto, assinando o seu 14.º golo na I Liga.

O FC Porto não baixou o ritmo e aos 14' Taremi isolou Toni Martínez com um passe entre linhas, e o espanhol rematou de primeira na área. Beto ainda intercetou a bola, mas esta acabou por cruzar a linha de golo.

O Farense tentou responder por Pedro Henrique, que seguia isolado para rematar na cara de Marchesín, mas Pepe afastou o perigo com um corte em carrinho. Logo a seguir, Luis Díaz recebeu um passe em desmarcação de Taremi e rematou em arco para o fundo da baliza adversária.

Com três golos em 20 minutos, o FC Porto tinha via aberta para a vitória, e o Farense viu a sua tarefa complicar-se ainda mais com a expulsão de Bilel, na sequência de uma entrada dura sobre Manafá. Já em cima do intervalo, Pedro Henrique aproveitou a passividade da defesa portista para reduzir, mas o lance foi anulado por fora de jogo.

Jorge Costa fez quatro alterações ao intervalo para o Farense, enquanto Sérgio Conceição trocou de centrais - Mbemba saiu com o joelho esquerdo ligado e deu lugar a Diogo Leite. O FC Porto voltou a entrar por cima e aos 53' Toni Martínez combinou com Otávio à entrada da área e rematou cruzado com a bola a sair ao lado.

Certo é que o FC Porto estava bastante confortável no jogo, pelo que seria uma questão de tempo até o 4-0 surgir. Taremi, que já somava duas assistências, chegou ao 'bis' com um remate forte de pé direito, no interior da grande área, depois de assistido por um excelente passe de Otávio.

Já com as substituições esgotadas de ambos os lados, o FC Porto ainda fez o 5-0 por João Mário, a dar sequência a um longo passe de Marchesin, e viu Licá aproveitar um mau atraso de Diogo Leite para reduzir para o Farense já perto dos 90'.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.