Os sócios do Sporting decidiram este sábado, em Assembleia Geral realizada no Pavilhão João Rocha, em Lisboa as expulsões como sócios de Elsa Judas e Trindade Barros. Ambos fizeram parte da Comissão Transitória de uma Mesa da AG do Sporting não considerada nos estatutos do clube.

Na contagem de Elsa Judas 70,03 por cento dos votos foram pela expulsão e de 29,15 por cento pela não expulsão. Depois da revelação dos resultados das urnas, Elsa Judas reagiu à expulsão por "usurpação de funções, criação de órgãos ilegais e convocatória de falsas assembleias gerais" através das redes sociais.
De forma irónica, Elsa Judas disse estar "emocionada" por ter sido expulsa do Sporting de Frederico Varandas. "Fez-se história.... A primeira mulher a ser expulsa do SCP. Estou emocionada, acabei de adquirir o título de 'notável'. Ser expulsa de sócia do SCP do Varandas é que é uma maçada... A diferença é que agora não pago mesmo quotas e vou aos jogos que me apetecer...roam-se de inveja. Temos pena!!!", escreveu Elsa Judas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.