Com uma cambalhota no marcador, depois de ver o adversário ganhar vantagem logo aos 13 minutos, o Tondela recebeu e venceu o Nacional por 2-1, somando assim a sua terceira vitória nos últimos quatro jogos. Para o conjunto insular foi a 10.ª (!!!) derrota consecutiva.

Foi Camacho a abrir o ativo para o Nacional, depois de um cruzamento vindo da direita. O médio Sporting dominou a bola no peito e atirou de primeira para o fundo da baliza de Trigueira.

Porém, a vantagem forasteira só durou cinco minutos. Grande passe de Mario González a desmarcar Murillo, que na cara do guarda-redes do Nacional tocou com classe e fez o empate, estavam decorridos 18 minutos de jogo.

O resultado não sofreu mais alterações na primeira parte, mas o Tondela confirmaria a reviravolta no marcador a meio da segunda. por intermédio de Ricardo Alves. A jogada começou num pontapé de canto cobrado por Salvador Agra, a defesa dos insulares ainda afastou num primeiro momento, mas Filipe Ferreira fez novo cruzamento e Ricardo Alves, nas alturas, cabeceou para o 2-1. O lance ainda foi alvo de análise por parte do VAR, que validou o tento.

Nos dez minutos finais o Nacional ainda se viu reduzido a de jogadores, com Nuno Borges a receber ordem de expulsão apenas quatro minutos depois de saltar do banco, por falta dura sobre Pedro Augusto. E, já nos descontos, o Tondela beneficiou de uma grande penalidade, mas Rafael Barbosa permitiu a defesa de António Filipe.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS DO ENCONTRO

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.