Nem Rui Pedro Braz, nem Miguel Ribeiro. O Benfica garante que não está no mercado à procura de um diretor para o futebol. Nos últimos dias, a imprensa portuguesa revelou que a SAD encarnada estaria a pensar no comentador Rui Pedro Braz e em Miguel Ribeiro, presidente da SAD do Famalicão, para o cargo de diretor geral do clube.

Comunicado do Benfica

"Face ao avolumar de informações falsas, cumpre ao Sport Lisboa e Benfica esclarecer que não está no mercado à procura de quem quer que seja para reforçar a sua estrutura diretiva do futebol profissional.

O Clube lamenta que continuem a ser propaladas informações infundadas sobre a sua realidade desportiva, cujo propósito só poderá ser entendido como uma renovada tentativa para desviar o foco dos objetivos traçados: vencer as oito partidas que faltam do Campeonato e a Taça de Portugal."

O cargo de diretor-geral no Benfica ficou vago quando Tiago Pinto trocou a Luz pela AS Roma, de Paulo Fonseca, no início de 2021.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.