No rescaldo da goleada de 6-3 imposta pelo Manchester City ao vizinho United, muitas foram as causas apontadas para um resultado tão desnivelado.

Uma das quais aponta para os erros defensivos dos 'red devils' nas laterais, mais concretamente no lado direito, onde jogou Diogo Dalot.

Arséne Wenger, antigo treinador do Arsenal, sublinhou os erros defensivos do Manchester United, apontando o dedo a Dalot, mas também a alguns colegas de equipa.

"Para mim o que foi inacreditável na primeira parte foi que o Manchester United defendeu muito mal nas alas. No primeiro minuto o Dalot viu um cartão amarelo; o Sancho e o Antony não contribuíram defensivamente. Eles foram durante toda a primeira parte inundados pelos flancos, estavam sempre com problemas", afirmou Wenger ao canal canal beIN Sports.

O técnico francês realçou também a incapacidade de leitura de jogo e adaptação ao desenrolar do mesmo por parte dos comandados de Erik Ten Hag.

"Depois, quando tinham a bola, pareciam que estavam demasiado obcecados em manter-se fieis ao plano de jogo. Queriam ir rapidamente para a frente e perdiam muitas bolas, não tinham muita posse. Só pensavam em ir para o contra-ataque.", disse o antigo treinador do Arsenal.

Após a derrota desta jornada, os 'red devils' estão a oito pontos dos rivais de Manchester e a nove da liderança da Premier League que pertence ao Arsenal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.