Contratado pelo Zenit ao Sporting perto do fecho do mercado de verão, em finais de setembro, o médio brasileiro Wendel

concedeu uma entrevista ao portal brasileiro 'Globoesporte' na qual falou dos primeiros meses na Rússia, afirmando sentir-se agora um jogador mais adulto.

"Dentro de campo e nos treinos a bola é a linguagem universal. Fora do clube, vou ficando mais velho e aprendo a lidar melhor com as situações. Sinto-me muito mais maduro do que quando saí de Portugal", assegurou o médio de 23 anos.

Wendel falou também das diferenças entre a forma de jogar do seu atual clube e aquela em que jogava em Portugal. "Pela forma como a equipa joga e pelas minhas características, a equipa técnica pede sempre que eu me aproxime da grande área e finalize de meia distância. É um pouco diferente de Portugal, onde tinha que fazer a bola girar rápido, com toques curtos", explicou.

O centrocampista, vendido pelo Sporting ao conjunto de São Petersburgo por 20 milhões de euros, diz estar agora a atravessar o seu melhor momento de forma desde que chegou à Rússia, depois de ultrapassado o período de adaptação. "A adaptação demora sempre um pouco, tanto na parte física como na tática. É o meu melhor momento aqui na Rússia, já estou adaptado ao clube, aos meus companheiros, com um entendimento melhor das funções de cada um em campo", salientou.

No final da temporada, Wendel sonha participar nos Jogos Olímpicos. "Tenho muita vontade de disputar as Olimpíadas, mas sei que a convocatória só vai surgir se o meu trabalho no clube for bem feito", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto