O Nantes, que se manteve na Liga francesa de futebol após vencer no domingo um ‘play-off’ de permanência, condenou hoje o “ataque inaceitável” ao estádio por 30 adeptos encapuzados.

“O FC Nantes condena fortemente o ataque inaceitável sofrido pelo clube na noite de segunda-feira no estádio La Beaujoire. Trinta indivíduos atacaram o espaço pela força, e apesar da intervenção da segurança, um momento de violência injustificável colocou em perigo a integridade física dos presentes”, pode ler-se em comunicado.

Segundo o clube, que vai apresentar queixa, esta “escalada de violência”, da interrupção de treinos à simulação de um funeral para o emblema, “é mais do que preocupante”.

“Todo o FC Nantes está em estado de choque após os eventos inadmissíveis da última noite. Este ataque abjeto e vergonhoso foi vivido por muitos funcionários do clube, a quem dou todo o meu apoio. O que aconteceu ontem [segunda-feira] deve ser levado muito a sério e merece a maior severidade para os delinquentes que ameaçaram funcionários e vandalizaram o estádio”, declarou o presidente, Waldemar Kita, citado em comunicado.

O Nantes teve que disputar o ‘play-off’ por ter sido 16.º e antepenúltimo classificado na Liga francesa, enquanto o Toulouse, que acabou por derrotar em duas mãos, foi terceiro na segunda divisão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.