Esta decisão do Comité Disciplinar do organismo surge depois do caso mais recente de violência, quando na última quinta-feira, em jogo da Liga Europa, no Stade Vélodrome, o Marselha-Galatasaray esteve interrompido mais de 10 minutos, por causa dos distúrbios causados pelos adeptos das duas equipas.

Já esta temporada, cerca de 50 adeptos do Marselha invadiram o relvado num encontro com o Angers e deslocaram-se à bancada em que se situavam os adeptos rivais e, em agosto, o duelo entre Nice e Marselha foi primeiro suspenso e depois adiado, igualmente devido a problemas vindo das bancadas.

O dérbi do norte entre Lens e Lille também teve problemas, com o comportamento dos adeptos a obrigar a uma interrupção da partida de cerca de 30 minutos.

Além de proibir a presença de adeptos nos jogos fora, a LFP aplicou também aos dois clubes a dedução, de forma suspensa, de um ponto na classificação do campeonato, que será aplicada caso não cumpram o primeiro castigo.

Lens e Angers foram punidos com dois jogos à porta fechada, castigo que já cumpriram nas últimas rondas.

No Lille, atual campeão francês, atuam os portugueses José Fonte, Tiago Djaló, Renato Sanches e Xeka.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.