O Manchester United confirmou o apuramento para a final da Liga Europa, apesar de ter perdido por 3-2 com a AS Roma, na segunda-mão das meias-finais da prova. Na final, o Manchester United de Bruno Fernandes irá medir forças com o Villarreal, equipa que empatou 0-0 com o Arsenal depois de ter vencido 2-1 em casa.

O 6-2 da primeira-mão em Old Trafford tinha sentenciado praticamente o jogo, pelo que este segundo encontro era apenas uma formalidade, tal a superioridade dos 'red devils' em casa. Mas nem por isso Ole Gunnar Solskjaer quis facilitar e colocou em campo a melhor equipa possível, retirando apenas Nilsson Lindeloef e Marcus Rashford
do onze. Os 'pesos pesados' como Bruno Fernandes, Cavani, Pogba e Maguire foram titulares.

Se no primeiro jogo, Paulo Fonseca tinha tido azar aos esgotas as substituições antes dos 38 minutos, com as lesões de três jogadores, desta feita o técnico português dos romanos 'só' perdeu um jogador no primeiro tempo: lesionado, Chris Smaling cedeu o seu lugar a Darboe.

No último jogo europeu de Paulo Fonseca ao serviço da Roma (na próxima época será José Mourinho o treinador da Roma), o português viu a 'vida a andar para trás' aos 39 minutos quando Cavani abriu o ativo, a corresponder bem a um passe de Fred, numa jogada onde interveio também Bruno Fernandes. Cavani já tinha atirado à barra aos 20 minutos.

Com 7-2 no conjunto dos dois jogos, Ole Gunnar Solskjaer fez descansar Wan-Bissaka e Luke Shaw ao intervalo, lançando o ex-portista Alex Telles e Brandon Williams. Pouco tempo depois trocou Pogba por Matic.

A Roma empatou aos 57 minutos pelo avançado Dzeko, a desviar de cabeça um centro/remate de Pedro Rodriguez. E aos 59, veio a reviravolta, numa perda de bola infantil de Fred em zona proibida. Aproveitou Brian Cristante, ex-Benfica, para disparar para o 2-1.

Mas respondeu os ingleses aos 68 minutos, em mais uma combinação perfeita entre Bruno Fernandes e Cavani. O português meteu na área para um desvio de cabeça do atacante uruguaio.

O Manchester United 'relaxou' no jogo e sofreu o 3-2 aos 83 minutos por Zalewski, jogador que tinha acabado de entrar no lugar de Dzeko.

Destaque para David De Gea que evitou em várias ocasiões que a Roma construísse um resultado com outros números.

A final está marcado para o dia 26 de maio em Gdansk, na Polónia. O Manchester United vai tentar repetir o título de 2016/17, então conquistado sob o comando de José Mourinho, enquanto o Villarreal disputará a primeira final europeia da sua história.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.