Com a eliminação da seleção francesa nos oitavos de final do Euro2020, o lugar de Didier Deschamps está em risco e há quem aponte Zidane como substituto.

O presidente da Federação Francesa de Futebol, Noël Le Graët, foi confrontado com essa possibilidade e não descartou nenhuma das hipóteses.

"Ainda não conversei com Deschamps, cheguei a Paris às 4 da manhã. Vamos conversar por telefone e na próxima semana vamos sentar-nos frente a frente para conversar. Para continuarmos juntos, temos de estar na mesma página", começou por dizer ao L'Équipe.

Noël Le Graët admitiu que a equipa ficou muito aquém das expetativas. "O objetivo mínimo era chegar às meias-finais. Ontem [segunda-feira] devíamos ter ganho. Com uma vantagem de 3x1 a 15 minutos do final tens de ganhar, por isso estou muito desiludido", referiu.

"Mas não podemos confundir as coisas. Vamos conversar. Tenho muito carinho por Deschamps e sei das vicissitudes do futebol", acrescentou o presidente da Federação Francesa de Futebol, antes de abordar a questão de Zidane.

"Sempre que os Les Blues terminam uma competição, surge o nome de Zidane. É uma pessoa que aprecio, mas não vou definir o seu trajeto como jogador e treinador. Zidane vai chegar à seleção francesa. Quando? Não sei", rematou Noël Le Graët.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.