No jogo grande do dia na Taça, um remate acrobático de Voglsammer, aos 11 minutos, adiantou os forasteiros no marcador, que se avolumou com dois autogolos: um para o Union, de Stark, aos 50, e outro para o Hertha, quatro minutos depois, por Rani Khedira.

Knoche sentenciou a partida, aos 55, pondo fim a cinco minutos ‘frenéticos’ em Berlim, de nada valendo o golo 'caricato' de Serdar aos 90+5, e o Union segue para os ‘quartos’, fase em que não estará o Borussia Moenchengladbach, surpreendido pelo ‘secundário’ Hanover 96.

O 12.º classificado da '2. Bundesliga' valeu-se do jovem Beier, de 19 anos, que 'bisou' aos quatro e aos 51 minutos, além de um tento de penálti de Kerk, aos 36, para vencer por 3-0.

A jogar em casa, o Leipzig não teve dificuldades em afastar o Hansa Rostock, promovido este ano ao segundo escalão, graças a golos do dinamarquês Poulsen, aos seis, e do espanhol Olmo, aos 82. André Silva entrou ao intervalo.

No outro jogo do dia entre primodivisionários, o Friburgo, sexto classificado na 'Bundesliga', goleou em casa do Hoffenheim, vencendo por 4-1 graças a exibições inspiradas do italiano Grifo, que 'bisou' aos 10 e aos 36, e do bósnio Demirovic, que assistiu Schade, aos 55, e fez ele mesmo o 4-1 final, já depois de um autogolo de Schlotterbeck (53) para a equipa da casa, aos 68.

O quadro dos quartos de final da Taça da Alemanha fica assim completo, com estes clubes a juntarem-se ao Bochum, da primeira divisão, e a Karlsruhe, Hamburgo e St. Pauli, da segunda.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.