O adepto do Nottingham Forest que agrediu um jogador do Sheffield United no jogo de apuramento para o play-off de promoção da Premier League já deve estar arrependido.

Robert Biggs, 30 anos, acaba de ser condenado a pena de prisão efetiva de 24 semanas e ainda ser banido dos estádios de Inglaterra por 10 anos. A decisão, rápida, diga-se, foi conhecida esta quinta-feira após a audiência no tribunal de Nottingham.

Além da pena, o adepto do Forest terá de pagar uma indemnização de 600 euros a Billy Sharp, o jogador agredido na segunda mão da meia-final do ‘play-off’ de subida do Championship.

De recordar que antes da decisão do tribunal, o Nottingham Forest já tinha comunicado que Robert Biggs seria banido para sempre dos jogos no City Ground.

Tudo aconteceu no dia 17 de maio. Depois do apito final que colocou o Nottingham Forest na final do play-off de promoção à Premier League, vários adeptos invadiram o relvado do Estádio City Ground para festejar com os jogadores. Robert Biggs aproveitou a ocasião para agredir Billy Sharp com uma cabeçada no peito. Uma agressão violenta que atirou o jogador do Sheffield United ao relvado, completamente K.O.

Depois de vencer fora o Sheffield Unitedpor 2-1, o Nottingham Forest perdeu pelo mesmo resultado em casa. O jogo foi decidido nas grandes penalidades, onde o Forest venceu por 3-2. A equipa onde jogam os portugueses Tobias Figueiredo, Baba Fernandes, Cafu e Xande Silva, vai defrontar o Huddersfield Town (afastou o Luton Town) na final, por um lugar na Premier League.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.