O Borussia Dortmund triunfou hoje no reduto do Hoffenheim, por 3-2, numa partida da 20.ª jornada da Liga alemã de futebol, e reduziu, provisoriamente, a distância pontual para o líder isolado Bayern Munique.

Com o internacional português Raphäel Guerreiro entre os titulares, o Dortmund alcançou a terceira vitória consecutiva na Bundesliga, graças aos golos anotados pelo norueguês Erling Haaland, logo aos seis minutos, Marco Reus, aos 58, e David Raum, na própria baliza, aos 66.

Os anfitriões conseguiram marcar nos descontos do primeiro tempo, por intermédio do croata Andrej Kramaric (45+1 minutos), e ainda deixaram incerteza no marcador, quando o suplente utilizado Georginio Rutter, de apenas 19 anos, encurtou distâncias a 13 minutos do apito final.

Com este triunfo, o Dortmund, posicionado na vice-liderança, passou a somar 43 pontos, ficando a três do líder Bayern, que apenas entra em campo no domingo, para defrontar o Hertha de Berlim. Já o Hoffenheim, apesar de ter contabilizado o segundo desaire seguido, mantém o sexto posto europeu, com 31.

Os perseguidores Bayer Leverkusen, terceiro colocado, com 35 pontos, Union Berlim, quarto, com 34, e Friburgo, quinto, com 33, também conseguiram os três pontos nesta ronda, diante do Augsburgo (5-1), Borussia Mönchengladbach (2-1) e Estugarda (2-0), respetivamente.

Na Bayer Arena, o francês Moussa Diaby foi o grande ‘herói’ do desafio, ao anotar um ‘hat-trick’ (24, 65 e 69 minutos), já depois de Karim Bellarabi (09) ter inaugurado o marcador, que foi fechado pelo argentino Lucas Alario (81). Arne Maier fez o golo de honra do Augsburgo, aos 62.

Um ‘bis’ de Max Kruse, conseguido aos 18 e 84 minutos, permitiu ao Union Berlim ultrapassar o Gladbach, que tinha restabelecido o empate, aos 40, pelo gaulês Kouadio Cone.

Com um golo na própria baliza da autoria do nipónico Hiroki Ito (37 minutos) e um remate certeiro de Kevin Schace (72), o Friburgo venceu na receção ao aflito Estugarda, 17.º e penúltimo classificado, com 18, menos um do que o Augsburgo.

De regresso aos bons resultados na prova está o Greuther Furth, após quatro encontros sem vencer. Um remate eficaz do tunisino Jeremy Dudziak (12) e um autogolo de Stefan Bell (66) bastaram para o lanterna-vermelha superar o Mainz (2-1), que marcou pelo austríaco Karim Onisiwo (90+3).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.