A seleção portuguesa de voleibol perdeu hoje por 3-1 com a Turquia, em Izmir, na primeira jornada da ‘poule’ J do grupo 2 da Liga Mundial, cuja ‘final four’ decorre em 09 e 10 de julho, em Matosinhos.

Portugal perdeu os dois primeiros parciais por 25-22 e 25-20, apesar do bom início e de a espaços controlar a partida e liderar o marcador, tendo mesmo adiado a vitória da seleção turca, ao vencer o terceiro ‘set’, por 30-28, após evitar seis bolas para fechar o jogo.

A seleção portuguesa, que será anfitriã da ‘final four’ do grupo 2 da Liga Mundial, surpreendeu os turcos com o seu bom início de jogo e atingiu o primeiro tempo técnico a vencer por 8-6.

A seleção turca, mais eficaz no serviço e a tirar partido da falta de consistência do jogo luso, atingiu o segundo tempo técnico a vencer por três pontos (16-13) e abriu essa vantagem para quatro à passagem dos 20-16.

Portugal, com um parcial de quatro pontos consecutivos, empatou aos 20-20 e foi impedido de passar para a frente com uma decisão errada da equipa de arbitragem, que não validou uma bola claramente dentro da área de jogo.

Este lance teve o condão de desconcentrar a equipa portuguesa, que acabou por perder o parcial por 25-22, em 28 minutos, permitindo à Turquia chegar à vantagem no jogo.

O segundo parcial foi em tudo idêntico ao primeiro, com a seleção portuguesa a mostrar, a espaços, bom posicionamento e desenvoltura nas várias ações de jogo, mas foi a Turquia que atingiu os primeiro e segundo tempos técnicos em vantagem (8-5 e 16-12).

Portugal ainda reduziu para a margem mínima aos 17-16 e aos 18-17, com um parcial de cinco pontos marcados e apenas dois sofridos, mas a seleção turca 'disparou' para a vitória no ‘set’ com uma vantagem de cinco pontos, aos 25-20, em 26 minutos.

No terceiro parcial, em que Portugal entrou muito mal e desde logo ficou a quatro pontos (8-4), a seleção turca liderou com uma vantagem confortável, que à passagem do segundo tempo técnico era já de três pontos (16-13).

A evidenciar mais acerto do que os turcos nas várias ações de jogo, ataque, bloco, receção e defesa, a seleção portuguesa anulou uma desvantagem que chegou aos quatro pontos (24-20) e evitou, por seis vezes, a possibilidade de o adversário ‘fechar’ o jogo.

Com cinco pontos consecutivos, a seleção portuguesa passou para a frente do ‘set’ aos 25-24 e, após sucessivas igualdades, venceu o parcial aos 30-28, em 34 minutos, voltando à decisão do jogo, que agora estava favorável aos turcos por 2-1.

No quarto e último parcial do encontro, a exemplo dos restantes e praticamente tirado a papel químico no que respeita às vantagens dos turcos nos tempos técnicos (8-6 e 16-13, respetivamente), o equilíbrio foi uma constante até aos 20-19.

Um parcial de cinco pontos consecutivos, perante uma equipa portuguesa já muito desgastada fisicamente, permitiu aos turcos ‘fechar’ o parcial aos 25-19, em 30 minutos, e encerrar o jogo aos 3-1.

No primeiro jogo do grupo j, concentrado em Izmir, a Holanda venceu a Eslováquia, por 3-1, pelos parciais de 24-26, 25-11, 25-23 e 25-22. Os holandeses defrontam no sábado a seleção portuguesa, enquanto os turcos jogam com a Eslováquia.

Ficha de jogo

Jogo no Ataturk Hall, Izmir.

Turquia – Portugal, 3-1.

Parciais: 25-22 (28 minutos), 25-20 (27), 28-30 (35) e 25-19 (26).

Sob a arbitragem da dupla H. Kraft (Alemanha) e K. Al-Zughaibi (Cazaquistão), as equipas alinharam com os seguintes jogadores:

- Turquia: Ulas Kiyak, Ozkan Hayirli, Burak Gungor, Serhat Coskun, Samuel Gunes e Kadir Cin – ‘seis’ inicial. Jogaram ainda, Hasan Yesibudak (líbero), Gokhan Gokgoz, Metin Toy e Murat Yenipazar.

Selecionador: Emanueile Zanini.

- Portugal: Marcel Gil, Marco Ferreira, Alexandre Ferreira, Fabrício Silva ‘Kibinho’, Miguel Tavares e André Lopes – ‘seis’ inicial. Jogaram ainda, Ivo Casas (líbero), João Fidalgo (líbero), Hugo Gaspar, Tiago Violas e Filip Cveticanin.

Selecionador: Francisco Santos.

Assistência: cerca de 900 espectadores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.