A equipa feminina de voleibol do AJM/FC Porto perdeu hoje por 3-0 com o Palmberg Schwerin, da Alemanha, no Dragão Arena, na primeira mão dos oitavos de final da Taça CEV, comprometendo a continuidade na prova.

A AJM/FC Porto, que deu boa réplica à consistente equipa alemã do Palmberg Schwerin no primeiro e terceiro parciais e manifestou total desacerto no segundo, perdeu pelos parciais de 19-25 (24 minutos), 12-25 (21) e 24-26 (30).

O encontro principiou numa toada de equilíbrio, com as equipas coladas no marcador até aos 18-19, altura em que a formação alemã, mais eficiente na defesa, serviço e contra-ataque, fechou o ‘set’ aos 25-19, em 24 minutos, com um parcial de 6-1.

Uma entrada desastrosa no segundo ‘set’ da equipa portuguesa, sem antídoto para contrariar o jogo rápido e o serviço agressivo do consistente Schwerin, colocou a margem da formação alemã em nove confortáveis pontos à passagem dos 11-2.

A cometer poucos erros, e a tirar partido do desacerto da equipa do AJM/FC Porto, que fez apenas sete pontos de ataque, o Schwerin liderou com uma margem média de 10 pontos e fechou o ‘set’ aos 25-12, em cerca de 21 minutos.

O terceiro parcial foi completamente diferente do segundo e parecido com o primeiro, tendo a equipa lusa surgido melhor e a liderar até aos 6-5, com Juliana Souza a fazer a diferença, e o equilíbrio voltou a marcar presença no encontro.

Três erros não forçados da equipa do AJM/FC Porto levaram as alemãs para a frente, aos 8-6, condição que mantiveram até praticamente ao termo do parcial, em que a equipa lusa, com sucessivas igualdades e Adriani Vilvert em destaque, esteve sempre em jogo.

A perder por 21-18 à entrada da fase critica do ‘set’, a formação do AJM/FC Porto conseguiu passar para a frente aos 24-23 com um parcial de 5-2, dispondo de bola para fechar, mas o triunfo pertenceu ao Schwerin, por 26-24, em cerca de 30 minutos, com três pontos seguidos.

Lindsey Ruddins, com 20 pontos, foi a jogadora em destaque no capítulo da concretização na equipa alemã, enquanto na formação portuguesa esse papel pertenceu a Adriani Vilvert, com 10.

Com uma derrota em casa por 3-0 na primeira mão, a tarefa do AJM/FC Porto no que toca à qualificação para os quartos de final afigura-se difícil de alcançar no jogo da segunda, a disputar em 14 de dezembro, em Schwerin, na Alemanha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.