O VO65 português ‘Racing for the Planet’ venceu hoje a segunda edição do Mirpuri Foudation Sailing Trophy, a regata costeira que decorreu na passagem da Ocean Race Europe por Cascais e foi disputada pelas classes VO65 e IMOCA.

Naquele que foi o segundo dia da regata, a ‘Mirpuri Foundation Racing Team’ foi a primeira das sete equipas na competição destinada à classe VO65 a cortar a meta na baía de Cascais, conquistando três pontos e recuperando, assim, terreno na Ocean Race Europe.

“Estávamos ansiosos por mostrar o nosso nível e o que deveríamos ter alcançado na primeira etapa [Ocean Race Europe]. Foi uma boa maneira de voltarmos à corrida, somar alguns pontos e voltar a subir na classificação e preparar da melhor forma a próxima etapa. Estou muito contente com o resultado e orgulhoso de toda a equipa”, comentou o ‘skipper’ do VO65 português, Yoann Richomme.

Depois de ter concluído em sétimo lugar a primeira etapa da prova que arrancou em 29 de maio em Lorient e teve em Portugal o primeiro ‘stopover’, a embarcação do francês Yoann Richomme e dos velejadores portugueses Frederico Melo, Bernardo Freitas e Mariana Lobato conseguiu contabilizar, no total, quatro pontos, ficando assim a três pontos do líder da Ocean Race Europe, o The Austrian Ocean Race Project, que hoje chegou na última posição e não pontuou na regata costeira.

“Foi muito duro, não foi fácil, mas correu muito bem. Precisávamos desta vitória, depois de uma primeira etapa [Ocean Race Europe] que começou muito bem, mas no final ficámos sem vento e fomos ultrapassados por todos. Era importante voltar a ganhar confiança e mostrar que somos bons. E esta vitória mostrou isso mesmo”, destacou Frederico Melo, defendendo ser necessário “fazer um ‘reset’ para a próxima etapa e fazer o melhor resultado possível.”

Além de confessar a enorme alegria pelo triunfo, o ‘skipper’ do ‘Racing for the Planet’ enalteceu a “luta fantástica com todos os barcos, especialmente com o AkzoNobel Ocean Racing”, segundo classificado hoje, e o “esforço de toda a equipa”, mostrando-se “orgulhoso de todos pela energia que colocaram na regata.”

Enquanto o ‘Racing for the Planet’ ganhou na classe VO65, subindo ao sexto lugar na classificação geral da Ocean Race Europe, a vitória nos IMOCA coube ao 11th Hour Racing Team, que terminou à frente do Offshore Team Germany e do Corum L’Épargne.

Concluída a regata costeira, a largada para a segunda etapa da Ocean Race Europe, entre Cascais a Alicante, em Espanha, está prevista para domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.